Diretoria de Portos e Costas celebra seus 111 Anos

No dia 11 de junho, a Diretoria de Portos e Costas (DPC) completou 111 Anos de existência. A cerimônia alusiva à data ocorreu no dia 18 de junho, no Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA), abrilhantada com as presenças de nove ex-Diretores da DPC, dentre os quais o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira. O Diretor-Geral de Navegação (DGN), Almirante de Esquadra Leonardo Puntel, e autoridades militares também prestigiaram o evento.
Entre os ex-Diretores, também estiveram presentes o Alte Esq Viveiros (MD), o Alte Esq Fortuna, o Alte Esq Janot, o Alte Esq Aurélio, o V Alte Obino, o V Alte Ozório, o V Alte Cazales e o V Alte Lima Filho.
Em seu pronunciamento, o Diretor de Portos e Costas, Vice-Almirante Roberto Gondim Carneiro da Cunha, relembrou os motivos pelos quais a DPC foi criada, em 1907, ainda como Inspetoria de Portos e Costas, especialmente para cuidar dos assuntos afetos ao tráfego de embarcações dos portos. Desde então, a Diretoria tem enfrentado com sucesso as inúmeras tarefas relacionadas às atividades de inspecionar, fiscalizar e coordenar todos os serviços e atribuições das Capitanias dos Portos, da Marinha Mercante Nacional, dos Serviços de Praticagem da Costa, das Barras e dos Portos no País.

O Diretor ressaltou, ainda, que a DPC, como Representante da Autoridade Marítima Brasileira, respalda sua missão em propósitos cujas atividades desenvolvidas abrangem questões técnicas complexas e exigem, além da capacitação de seu pessoal, respostas ágeis no estabelecimento de normas eficazes que venham a potencializar a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar e a preservação do meio ambiente marinho.

Por fim, foi realizada premiação aos militares e servidora civil padrão. O Vice-Almirante Roberto dedicou especial agradecimento ao Comandante da Marinha e ao DGN, que emprestaram, por suas presenças, prestígio singular à cerimônia, bem como aos eternos Diretores, pela herança de competência e profissionalismo. "Seguindo os vossos exemplos, continuamos determinados e veementes à Marinha, ao Brasil e ao nosso lema: DPC, mares e rios seguros e limpos”, concluiu o DPC.